Velhas tradições, novas atitudes

dercy1Em menos de um mês será Final de Ano. Um momento de mandar mensagens de fraternidade e votos de prosperidade. É quando nos sentimos embuídos pelo espírito altruísta de simplesmente desejar e realizar o bem ao próximo. Por isso, decidi fazer diferente neste ano. Achei mais valioso trazer para você a história de grandes amigas que fazem do ideal natalino, um ideal de vida. E que transformam a vida de centenas de idosos que vivem em instituições sociais. Trata-se do Projeto Velho Amigo. Idealizado em 1999, pelos corações maravilhosos de Regina Helou, Regina Moraes e Maria Thereza Cunha Pereira, hoje ele é, no meu ponto-de-vista, uma das causas mais nobres do Brasil. O motivo é que ele se preocupa com a vida na terceira idade, época que a sociedade brasileira mais discrimina. Arrsico a dizer até que é mais discriminada que os negros e os pobres, porque no final das contas, todo mundo um dia será “velho”. A pergunta que fica para sua reflexão é dura: e você, como deseja ser tratado quando se tornar um idoso? As pessoas não estão acostumadas a pensar sobre isso, dá angústia. Apesar de Papai Noel ser um velhinho também, olhamos para ele como um símbolo de gratificação. E pior, é ele que nos gratifica e não o contrário. Nesta época, é comum vermos senhores de idade desempregados sendo contratados para virar atração de shopping centers, clubes e festinhas particulares. São valorizados porque “nós” precisamos deles para ensinarmos nossas crianças a pedir mais e oferecer menos. O grande lance é que podemos fazer de outra maneira. Podemos mudar nossas atitudes, como faz o Projeto Velho Amigo que todo ano promove o evento Les Chefs et Decors. Em ambiente de festa, dezenas de chefes de cozinha renomados e empresas de decoração de eventos recebem convidados ilustres e celebram juntos o carinho e a dedicação aos idosos paulistanos. Em 2007 a renda do evento foi de R$ 476.767,00, investidos em várias instituições, como a Toca de Assis e o Imaculado Coração de Maria e Santa Terezinha de Cotia e o Cepim Casa dos Velhinhos de Taboão da Serra, na região suburbana de São Paulo. Dentre muitas melhorias nas diversas instituições que fazem parte do Projeto, elas ofereceram aparelho de fisioterapia, kombis, pinturas, remédios e ceia de Natal. Mas a valorização da idade da prata não está apenas pela via financeira. Pode ser feita pela arte, pela poesia e pela fotografia. Como o livro do meu amigo Johnny. Uma obra que reúne fotos de personalidades de destaque durante 15 anos de carreira do autor. Nele é possível sentir a sapiência de Mário Lago, a doçura de Nair Bello, a plenitude de Paulo Autran, a alegria de Nelson Mandela, a serenidade de Fernanda Montenegro, a brasilidade de Gilberto Gil e outros momentos mágicos imperdíveis. Fiquei agradavelmente surpreso em ver tantos idosos sendo celebrados e profundamente introspectivo em pensar que nossas atitudes virtuosas é que ficam registradas para sempre. Não precisa ser famoso, basta ser autêntico. Quem não se lembra de um ato de amor dado por nossos avós quando eramos apenas seres indefesos? A compaixão não tem idade e não tem data para acabar. Termino este pequeno artigo ouvindo a canção “O Sonho” do grupo português Madredeus e lembrando uma frase de Oscar Niemeyer, que faz 101 anos no próximo dia 15 de dezembro, sobre a vida: “A gente vem, conta uma história e vai embora.” Qual história você está escrevendo?

◊Foto de Dercy Gonçalves no livro “Eles falam da alma”, do fotógrafo Johnny, editora Magma. 

®Publicado hoje no jornal O Local. Que todos os seres possam se beneficiar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s