One Note Samba

Não foi hoje, mas adorei a surpresa de receber na caixa do gmail a música “O Samba da Minha Terra”, gravado pela encantadora voz da portuguesa Teresa Salgueiro. Fato que me fez recordar não só as incríveis letras do samba, como “O Samba Taí”, do álbum “Samba Esporte Fino” do Seu Jorge ou o “Jovem Samba” de outro Jorge, o Ben Jor, num clássico para poucos. Mas falar de brasileiros cantando samba é fácil. E ouvir a Teresa, com um sotaque sutil, me fez viajar no samba assinado por gringos que admiram nossas origens. Ah que delícia é curtir, por exemplo, “Só Danço Samba” na voz de Ella Fitzgerald, ou “La Chica de Ipanema” no espanhol de Jarabe de Palo, ou até, in english, “One Note Samba”, mixado com um smoothjazz pela incrível dupla canadense Bet.e & Stef. Não vou colocar os links. Quem quiser uma supresa pelo e-mail é só deixar uma mensagem.

®Resposta a um e-mail que não pedia resposta. 😉

Anúncios

13 thoughts on “One Note Samba

  1. ah, quer dizer que o pai natal ainda existe, a deixar surpresas??? quem me dera…
    pois, há muitos admiradores, e com razão, da música brasileira, muito fascínio à volta disso. e é uma fonte inesgotável de inspiração para outros estilos de música.
    há algum brasileiro que cante o fado? (só um que se sinta mal, suponho 🙂 )

  2. Ahahaha… Sim, sim, Clarisa. Não só ele existe como a internet deixou sua vida muito mais fácil. 😉
    Sua pergunta é bem interessante. Confesso que nunca ouvi um fado brasileiro. Mas um estilo musical me veio logo a cabeça: o chorinho. Se a composição não é totalmente a mesma, até diria que se trata de um fado sambista, pelo menos a palavra é melancólica e solta lágrimas.

  3. bem, eu estava a falar de “admiradores” brasileiros a atacar o fado português, assim como a teresa atacou o samba. mas pelos vistos não há… é estranho, pois a amália rodrigues tinha muitos fãs no brasil, o concerto dela de rio de janeiro é um dos mais conhecidos (foi gravado)
    tenha um bom dia!

  4. Grande Chico Buarque. Compositor, escritor, brilhante. Só faltava a voz ser do Pavarotti, né?! Ehehehe…
    Encontrei outras versões também. A primeira, na voz de Roberta Sá, cantora POP, voz bela, mas… http://www.youtube.com/watch?v=oiLo3kEusX8
    A segunda é composta por Vitorino e Elbinha Ramalho. Lindo, veja: http://www.youtube.com/watch?v=JAq8p8dPLYY
    De repente, para quem nunca tinha ouvido “fado ao brasileiro”, virei expert 🙂 …segue outra que vale a pena, nas vozes de Cesária Évora e Marisa Monte. Olha o Cabo Verde juntando-se a esta história toda! http://www.youtube.com/watch?v=_5OQ37VA1yI

  5. virou mesmo expert??? porque só a primeira música conta, é um fado sim senhor.
    a segunda é cantada na maior parte por um português alentejano, ajudado por uma brasileira mas podia ter cantado sozinho muito bem, e a terceira é uma música típica melancólica de cabo verde, tão looooonge de lisbooooaaaa e de coimbraaa! 🙂
    boa noite! 🙂

  6. Eheheh… 😉 não fiquei chateado. Gosto muito da música portuguesa, mas tenho claro o quanto preciso aprender. Um grande aprendizado foi quando visitei o “Forte D. Rodrigo”, em Cascais, no final dos anos 90. Comprei seus CDs, que ainda guardo em minha discoteca, e vez ou outra o escuto. Agora, depois dessa conversa divertida, achei seu blog, que vale a pena divulgar a quem estiver passeando ou vivendo em Portugal: http://rodrigofadista.blogspot.com/

  7. Hoje ganhei outro presente digital. Vale citar: assinante UOL tem direito a download de duas músicas que têm tudo a ver com este post. “Springtime” e “Pela Manhã”, da cantora Patty Ascher no álbum virtual “Deu jazz no samba”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s