Casar Ditos

Hoje escrevo o que sinto. Não minto. Gosto de vinho tinto. Sei que o universo é finito. Abissal, absinto. Vejo as críticas como instinto. O prazer como recinto. A dor como extinto. E o amor, esse sim, infinito. Hoje, agora, me permito; gozar a vida, praticar o rito. Abandonar o medo, maldito. Enfrentar a dúvida, não finto. Servir aos seres, benditos. E uma transformação, pressinto. Estão nascendo os obeliscos, que logo vão unir todos os distintos.

©Assista “O Casamento de Rachel”, do excelente diretor Jonathan Demme, com uma brilhante atuação de Anne Hathaway. Uma mistura de graça, raça, laços e esperanças. Mas, principalmente, um ensinamento sobre carma, impermanência, compaixão e vacuidade. Se você não conhece nada sobre isso, e quer saber, acesse o site do Odsal Ling. Que todos os seres possam se beneficiar.

Anúncios

2 thoughts on “Casar Ditos

  1. Ricardo,

    Acessei o Odsal Ling e a leitura foi muito prazerosa. Muito a aprender, meu caro… e muito pra reter em minha mente, que me trai constantemente. Assim sou, o que mais faz desejar ser melhor.
    Um grande abraço, não só pela amizade, mas desta vez pelo seu aniversário recente, meu amigo.
    Parabéns!
    Jaime

  2. Viva, Jaime. Obrigado, mais uma vez. Pelo que conheço até hoje, e pelo que recebo de ensinamentos, o caminho é assim. Nem tão relaxado, nem tão tenso. Mas o importante é buscar formas de compreensão, de realização; mesmo nas horas mais leves e felizes. Abração.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s