Sem Nada, Dito

Sem nada, dito,
E tudo digo.

No toque sem choque,
No beijo ao olhar,
Tudo se transforma
Sem nada pronunciar.

Nem tudo que pensamos,
A palavra, precisa.

A letra só devia,
Construir a alegria,
Nas mãos da poesia.

©Possam todos os seres se beneficiar.

Anúncios

O Encontro

Você pode marcar na agenda milhões de compromissos, mas não haverá encontro se o seu coração não soar verdadeiramente. Encontrar-se é como viver um espaço de fantasia e encantamento, de confiança e abertura, aquele tipo de sentimento que brota com sorriso no canto da boca e satisfação no peito. E digo encontrar-se mesmo, porque você pode também selecionar bilhões de seres na face da terra, usar o Facebook para aumentar as chances, mas não haverá nunca algo ou alguém a ser encontrado se não descobrir em si aquilo que deseja encontrar. Mas não há encontro também se, aquele que o encontra também não encontrou a si mesmo. Um encontro é mágico por isso, conecta zilhões de singulares instantes, pequenos encontros, num único sopro de alegria. E gera um estado, um momentum, que nada se difere do impulso, com uma quantidade de movimento, força, ímpeto e pique. Isso tá no dicionário, só faltava estar na vida.

Dedico este post a pessoas mágicas que conheci esta semana e que você também pode descobrir acessando Sônia, Cláudia e David. ©Que todos os seres possam se encontrar assim e gerar benefícios!

Inóspito

Parei por aqui ao acaso, motivado por uma mensagem de dúvida.

Respondi de imediato a pergunta, e sem perceber já escrevia.

Senti uma tremenda vontade, de dizer a você o que penso.

Mas sei que o que sinto é segredo, para aqueles que nunca se enfrentam.

Se você é daqueles sem medo, que deseja de fato um abrigo;

Diga logo: eu me rendo!

E abra o peito sem mágoas, confessando ao mundo suas tréguas.

Não há léguas a serem percorridas, se o que corre em sua veia for teia.

©Possam todos os seres se beneficiar.

Dúvidas são Dádivas

Não tenho dúvidas que plantamos muito carma juntos

Não tenho dúvidas que unimos as mãos no ventre da vida

Não tenho dúvidas que semeamos amor ao nosso redor

Tenho dúvidas, porque o que sinto não é apenas o que vejo

E nossas dúvidas são mais do que podemos agarrar…

Mas são dúvidas, meu amor

Dávidas no meio de um belo sonho

Onde acho que não vou acordar

Mas o que pode nos ocorrer, se da dúvida vamos duvidar?

O que vamos juntos fazer, se a dúvida pudermos provar?

Se nossas dúvidas são mais do que podemos agarrar…

Mas são dúvidas, meu amor

Dádivas no meio de um belo sonho

Onde acho que não vou acordar

Dúvidas que nos bastam duvidar…

Dádivas que nos bastam provar…

©Escrevendo, ouvi algo no estilo REM. Gostaria muito que este texto virasse música, caso alguém se habilite, entre em contato. Que todos os seres possam se beneficiar!

Arranjadeiro

O olhar em devaneio, a mente um centeio. Por pouco, por vezes incendeio. A vida é só um candeeiro. Tem hora pra tocar pandeiro. Tem dia de padeiro. Tem gente que tem dúvida, outros padroeiro. A gente se sente é num seleiro. Com falta de tudo e lumeeiro. Mas falta mesmo é ser estradeiro. Ou apenas conhecer o porteiro. Pára tudo, nisso eu creio. Vai mensagem, sem carteiro. Pra chegar no céu, bem ligeiro. Do amor, sinto tudo e bamboleio. Nessa vida que se passa, quero chegar certeiro e nem preciso ser o primeiro. Pois pressa prosa sem beiro, sem destino ou cancioneiro, vai-se sempre com o tempo, que é de todos o pioneiro. E se você achou maneiro, e vale mais que um cruzeiro, clica os troços aqui em baixo e conta logo pro mundo inteiro.

©Possam todos os seres se beneficiar.